13 de dez de 2010

O bom/mau velhinho

Quem disse que ele precisa ser gordo e bonachão? Sugiro que o mais descolado da família quebre as convenções e mostre com quantas tatuagens e piercings se faz um Papail Noel anos 2000. Imagina um Natal com uma pegada mais street? Uma árvore grafitada na parede da sala, o bom velhinho chegando irado de skate?
Que nada. Todo ano a gente segue a cartilha e não inova nem um pouco. No máximo, troca a marca da compota de abacaxi. Deixa a criatividade para o Ano-Novo, se é que sobrou alguma. Esse é o ônus e o bônus do Natal. A previsibilidade dá um certo conforto, depois de um ano cheio de imprevistos. Sabemos que o peru e o sarrabulho estarão lá, mesmo que faltem pessoas na mesa.

Foto: FFFFound

4 comentários:

Gus Bozzetti disse...

Maga, na minha família já tivemos Papai Noel negro, árvores desenhadas nas portas dos quartos e até Natal com 3 bons velhinhos na mesma festa... acho que chegou a hora de eu vestir a fantasia e entregar os presentes pra família.

Fernanda Reali disse...

Nesta foto, é o Dourado do BBB10 fazendo um bico de papai noel?

Lu disse...

Adorei essa foto, adorei teu texto e as idéias para inovarmos no Natal. Beijos, nos vemos hoje a noite.

LuRodrigues

Cinderela Descaída disse...

Aqui em casa o Papai Noel aperta a campainha e deixa os presentes na porta. As minhas pequenas não curtem muito chegar perto do bom velhinho. Não são fóbicas, mas guardam distância. Papai Noel, só no shopping.