10 de ago de 2011

Comprovante de residência

Para mim, comprovante de residência é a nota do edredon que está na lavanderia (e demora tanto pra gente buscar, que o papel vira um origami dentro da bolsa). Também é o bilhetinho escrito às pressas "comprar café, papel higiênico, banana e pasta de dente". O post-it colado no visor do celular, lembrando de chamar urgente o encanador. Ou o pedaço de papel com aquela receita anotada de qualquer jeito, com muita probabilidade de estar faltando algum ingrediente. São esses comprovantes que dão veracidade a uma residência. Aliás, a palavra residência é formal demais para um lugar que tem tanto valor sentimental. Nenhum endereço impresso do lado de fora de uma correspondência pode validar tudo que acontece do lado de dentro da nossa casa. Por isso, da próxima vez que pedirem comprovante de residência, vou apresentar minha lista do supermercado. Ela, sim, é um documento valioso.

Foto: FFFFound

4 comentários:

Mãe de Duas disse...

Genial! E proprietária de residência, pode-se traduzir como dona de casa??
Bjos
Priscilla

Deise disse...

Perfeito !

Tenho muitos comprovantes, inclusive carrego na bolsa, no carro, no trabalho....

Super beijo

Cinderela Descaída disse...

Adorei o post! Conciso, claro e direto ao coração!
Beijos e saudades,

Betiane disse...

Magali querida. Espero realmente q estejas bem.Fazes muito mais falta do que imaginas. Fica com Deus. Saudades, da fã Betiane.