3 de ago de 2011

Pai é tudo de bom

Crônica para o site do Bourbon Shopping



Tem algo errado no calendário. Você já reparou como o Dia dos Pais sempre parece uma data menor se comparada ao Dia das Mães? Os comerciais de TV não são tão emocionantes, as filas do lado de fora dos restaurantes são menores, os presentes não arrancam as mesmas lágrimas, as palavras de agradecimento são mais sucintas.
Não acho justo, não depois de tudo que eles fizeram nessa longa caminhada para se aproximar dos filhos e evoluir o conceito da paternidade. Desde que o mundo é mundo, as mães brilham. Já os pais tiveram que correr atrás. E conseguiram rever seu papel a tempo.
Antigamente, era sinal de respeito chamar o pai de senhor. Ganhar beijo de filho era tão raro quanto ganhar beijo de pai. E as conversas, que mal aconteciam? Tanta formalidade acabava por afastá-los. Talvez os pais do passado até preferissem dessa forma, sem saber como reagir a um abraço mais caloroso ou a alguma confidência de um filho. Liberdade de expressão ou de emoção era algo que não fazia parte da rotina.
Hoje a história é bem diferente, os pais abrem o maior sorriso ao serem chamados de amigo. Fizeram por merecer. De provedores da casa a parceiros de brincadeiras, muitas regras foram transgredidas. Sem falar nas mães, que invadiram territórios sagrados como o mercado de trabalho e os esportes, atraindo ainda mais os holofotes. Pais que antes chegavam em casa e esperavam serem tratados como reis tiveram que arregaçar as mangas e preparar a janta para os filhos. Quem ganhou? Todo mundo, com certeza.
Mesmo com inúmeras mudanças, fica uma sensação de que os pais não conquistaram a melhor parte de todas: o reconhecimento. Cabe a nós, filhos, transformar o dia deles em uma data tão significativa quanto o Dia das Mães. No dia 14, você já sabe. Até fogos de artifício para eles!

2 comentários:

Cinderela Descaída disse...

Verdade! Pai é tão importante quanto a mãe. Adoro meu pai e ele me influenciou a ser o que sou hoje.
Viva o dia deles.

Deise disse...

Pai é tudo de bom ....
Eu amo o meu demais !!! E realmente deveriam ser mais reconhecidos sim.
Como eu estou grávida estou preparando uma mega surpresa pra um futuro papai que tenho em casa, escolhi tanto o homem pra ser pai do meu filho...ele é especial assim como todos os pais !
Beijão queridona