25 de fev de 2011

Ilhados

Para o turista, tudo é lindo. E pra quem mora no paraíso, será que é tão maravilhoso assim? Em Morro de São Paulo, conheci na prática o termo "estar ilhado".
Qualquer produto depende do transporte pra chegar lá, até os ingredientes dos cardápios dos restaurantes. É comum a gente pedir um prato e ouvir que hoje não tem, sorry. Pra quem vive disso, é perda de dinheiro na certa.
Outra coisa que descobri, observando um cartaz em uma vitrine que oferecia cartão fidelidade para catamarã (socorro!!). Os moradores pagam a mesma coisa que a gente pra ir a Salvador - R$ 75,00 por pessoa e por trecho. Uma fortuna! Então eles evitam sair da ilha. O máximo que conseguem é um desconto em baixa temporada. Ali perto tem Valença, que eu não conheci, mas que não deve resolver totalmente a vida. Pense em médicos especialistas, por exemplo. Só mesmo em Salvador. Se as roupas das lojinhas são caras para o turista (eu achei), imagine para eles.
Sabia que não existe banca de revistas em Morro de São Paulo? Esqueci de levar livro - isso acontece com quem tem que acordar antes das 4 da manhã pra embarcar no voo das 6. No aeroporto também não deu tempo. Pensei o óbvio: chegando lá, eu compro. Quase tive crise de abstinência, já estava lendo etiqueta de toalha. Conversando com moradores, fiquei sabendo que a única banca fechou porque as pessoas se negavam a pagar um real a mais sobre o preço de capa - isso para cobrir os custos do transporte. Tem só um vendedor ambulante que todos os dias traz jornais e revistas, descendo da vila até a Terceira Praia. Mas tem que atacar o homem no meio do caminho. Não acreditei quando ele se materializou na minha frente, abriu a sacola e... voilá... Letrinhas!!
O paraíso existe, é delicioso, é fotogênico, é exuberante e é relativo. Turista deslumbrado adora dizer "eu moraria aqui!". Por sete noites e sete dias, tranquilo.

3 comentários:

Cinderela Descaída disse...

ah, também acho que ficaria louca tipo o Tom Hanks e contruiria uma jangada para saltar fora desse lugar paradisíaco depois de algum tempo.

Cássia Cardoso disse...

que Lugar perfeito,lindo demais.
seguindo,segue ai tbm.
http://beautyblack2.blogspot.com/
super bjaum

Fernanda Reali disse...

Passei anos querendo morar em morro. Um dia, fomos a Salvador e no dia de embarcar para Morro, tempestade. Má nuka que eu iria tomar aquele catamarã com mar revolto. Desisti. E as crianças nasceram, adiei, por medo de um adoecer láe e nao ter atendimento. Agora tenho que esperar que cresçam mais.

eu moraria lá se eu fosse dona de pousada de luxo, senão não.

Queria ver masi fotos...