5 de jul de 2011

Um piadista no meio do caminho

Ele me viu e não se conteve. Antes de abrir a boca, teve alguns minutos pra decidir se falava ou não.
-A senhora está com problema pra dar à luz?
E desabou numa risada que deve ter sido sua sobremesa.
-Quaquaquá! Quaquaquá!
Eu estava com uma lâmpada queimada na mão, eu sou mulher e mulheres dão à luz. Portanto, houve pertinência. Aquele senhor não se importou em falar algo tão desgastado pelo tempo, ele mesmo era antigo e ainda estava de pé. Preferiu não perder a piada.
Tive que rir da risada dele, que chegou a se sacudir todo. Paguei de uma vez a lâmpada. Antes de sair, outra pérola:
-Esse aí tá só enrolando.
E desabou numa risada que deve ter sido seu cafezinho.
-Quaquaquá! Quaquaquá!
O vendedor estava enrolando o fio que o próprio homem pediu. Aposto que ele nem precisava ter saído de casa, estava apenas com vontade de rir.

Ilustração: Doe-Eye

Nenhum comentário: