6 de abr de 2010

Festa do cabide

Muito antes de as ombreiras voltarem à moda, outros elementos pontiagudos já me assombravam: as marcas de cabide nas roupas.
Não posso ver alguém com aquelas duas guampinhas sobressalentes. Dá vontade de tirar de dentro da bolsa um ferro a vapor e resolver o problema na hora. Estilo preguiça? Pouco caso com a indumentária? Pressa? Você sabe, né... a pressa passa e a marca fica.
Tem gente que não liga se está com duas portas empenadas em cima dos ombros. Festa do cabide, comigo não.

Foto: Bureau Mirko Borsche

Nenhum comentário: