20 de abr de 2010

A gatuna

Talvez ele explique. Roubei uma revista hoje cedo. Agi por impulso ao vê-lo na capa, com a sugestiva pergunta "Terapia funciona?"
Era uma Superinteressante dando sopa, e eu adoro qualquer tipo de revista que ainda não tenha lido. Pra falar a verdade, eram duas. Não foi bem um roubo, mas uma apropriação indevida de lixo seco. Uma conflitante mistura de mesquinhez, oportunismo e Lei de Gérson. As revistas estavam em cima de uma pilha de jornais. Passei em direção à garagem e o Freud piscou para mim. Olhei para os lados, me certifiquei de que não havia vizinho na área e zapt... virei uma larápia! Afanei rapidinho as revistas. Fina e chinelona ao mesmo tempo. Corri para o carro e joguei a muamba no tapete de borracha. Se eu fosse uma ladra profissional, teria saído caminhando calmamente.
Será que o guardinha da portaria percebeu que eu preciso voltar para a terapia? Na hora H, ainda tentei racionalizar e pensei: os guris podem precisar dessas revistas para algum tema. Magali, Magali, quem você quer enganar?

Foto: Flickr

Um comentário:

Pensamentos da Mila disse...

rsrs...
Engraçado, mas interessante, uma crônica da sua vida...
Bjs
Mila