14 de ago de 2009

Complô

Por que as lâmpadas de casa queimam em bando? Já reparou que sempre que uma queima, outras a imitam? Há pouco nós trocamos seis. E daquelas caras, com a rosquinha diferente, que não se acha fácil. Duraram dois anos, mas eu tenho 41 e estou firme.
Não satisfeitas, as lâmpadas lá de casa se comunicaram com as lampadinhas do carro - não me pergunte como. O resultado? Logo depois, queimaram três luzes de farol e sinaleira. A questão não é o valor gasto nessas trocas, é a mão de obra. E assim a lista das pendências vai aumentando.
Eu acredito em complôs caseiros, onde eletrodomésticos e persianas se unem pra mostrar a supremacia sobre os humanos. Eu não vivo sem torradeira, a minha que não escute isso. Agora tenho certeza de que as lâmpadas também se unem pra chamar a atenção. Se o motivo é carência afetiva, desculpe. Eu não tenho assunto com plantas, vou conversar o que com uma lâmpada? E de pescoço pra cima, encarando aquela luz forte?
Estou desconfiada de que as meias também fazem algum tipo de combinação pra furar em conjunto. Elas e os botões suicidas de camisas.

Nenhum comentário: