13 de ago de 2009

Twist and Shout

Os Beatles não saem lá de casa. Incrível como eles conseguem ser novidade depois de tanto tempo. Quantas legiões de fãs ainda surgirão? Penso nisso quando vejo o Rafa passar por mim cantando Twist and Shout. Eu já presenciei muitas febres, e nunca pensei que os Beatles seriam a próxima. Aos 13 anos, ele sabe todas as letras de cor. Para o inglês, é ótimo (cantar é um excelente exercício para afinar a pronúncia). Para as referências musicais e culturais, também. Ele podia estar dizendo “Toca Raul!!!” - aí eu ia cortar os pulsos.
Foi o Ricardo que apresentou o quarteto para o Rafa. Ele não só gostou, como baixou as músicas pro mp3 e foi atrás de clipes no You Tube. O Fabio está devidamente influenciado e arranha um “come on, come on, come on baby”. Quero descobrir se os amigos do colégio e do prédio estão nessa levada Beatlemaníaca. Imagino que sim. Ainda mais agora, que lançaram o Guitar Hero dos Beatles. Claro que o Rafa quer. Já tem colega do Fabio que comprou pela internet. É a (boa) influência de outro pai. Parceria até para dividir a guitarra. Iê iê iê.

Um comentário:

Marcia disse...

Coisa bem boa aos 13 anos gostar de Beatles! Isso tb faz parte da educação dos filhos, imagina as coisas horríveis que poderiam estar no mp3 do Rafa, que alivio, hein Magali! Torcendo para que o Fabio siga o exemplo.
bjs