8 de set de 2009

Proteção

Rezei bastante nos últimos dias, e com convicção. Quando o sapato aperta, tem sempre alguém com mais fé do que a gente para lembrar que uma rezadinha não faz mal a ninguém. Pelo contrário, ajuda bastante. Não precisa ser uma oração oficial, pode ser uma conversa franca com o santo preferido. É bom saber que tem alguém olhando por nós.

Um comentário:

Fernanda Reali disse...

Também rezei por ti. Do meu jeito, mas rezei.
Bjs