11 de nov de 2009

Acontece

Nunca confie numa toalha de banho. Quando surgir a primeira oportunidade, ela vai deixar você na mão. Aconteceu comigo e eu estava sozinha em casa. Tomei café, dei uma espiada no jornal, liguei o chuveiro, tirei a camisola e fui pra baixo d'água. O xampu e o sabonete estavam lá, meu cabelo também. Tudo dentro da normalidade. Talvez eu tenha lido alguma matéria a mais e, atrasada, não reparei se a toalha estava pendurada (cada um com suas obrigações). O fato é que desliguei a água, abri a porta do box e não acreditei no que vi. O gancho vazio! Era usar o pano de chão, a toalha de rosto ou ir pingando pela casa inteira até chegar na traíra.
A experiência foi divertida. Eu me senti uma mulher gigante me secando com aquela toalha micro. Pior, só se fosse um Perfex furadinho. Tem gente que faz pior na academia. Esquece até a cabeça e se seca com a camiseta podre que usou na esteira.
A traíra felpuda poderia ter jogado um prendedor de roupa na minha cabeça pra avisar que ainda estava pendurada no secador. Que nada. Eu retribuiria a gentileza com uma dose extra de amaciante no seu banho.

2 comentários:

Cris Francioni disse...

hahahaha
Muito verdade, Maga! Já passei por isso. Uma vez com a Isabela em casa, mas como ela era um bebezão... e esses dias aconteceu de novo e foi ótimo ver que ela tinha crescido e eu já podia gritar: "fiiiiiiilha, por favor, me alçanca a toalha que tá no secador???"
Beijão

Fernanda Reali disse...

O Guga sempre esquece a toalha, avoado, e eu digo cochichando em tom de suspense: filho, vou te contar um segredo... Água molha! hahaha