29 de set de 2010

Bem-estar é o novo luxo

Imperdível a entrevista com o sociólogo Gilles Lipovetsky no Caderno Equilíbrio da Folha de São Paulo de ontem. Ele traduz de forma objetiva as neuroses e cobranças do mundo contemporâneo. Concordo que o bem-estar é o novo luxo. Mas é um grande paradoxo porque usamos a lógica do consumo pra conseguir esse bem-estar idealizado. "Antes as pessoas iam à missa, agora elas vão ao shopping center", diz. "Há tanta ansiedade, tanto estresse, tanta angústia e tanto medo que a abundância não consegue proporcionar um sentimento de completude". Em que cilada fomos nos meter. Bem-estar é uma palavra tão pura e gostosa. Não pode virar ditadura, lei, regra, doutrina.

Nenhum comentário: