26 de set de 2010

Casal Jack Bauer









Lembra o seriado 24h, onde Jack Bauer salvava o mundo em 24h? Foi assim o nosso fim de semana em São Paulo, sem explosões ou carros capotando, mas com uma programação intensa. O primeiro nonsense foi o de não termos ficado até domingo. Quando a gente consegue dar uma fugidinha, não precisa ser tão rápido desse jeito. Melhor que nada, pode apostar.
Mais coisas sem explicações palpáveis nos aguardavam na Bienal. É bom não ter resposta pra tudo, cheguei a essa conclusão. Sexta à noite, eu jurava que estava em Nova Iorque jantando no Serafina, que abriu nos Jardins. Mas o risoto delicioso da foto, de abóbora e carne seca, comi em outro lugar. Voltei no La Pasta Gialla só pra relembrar esse sabor. Valeu cada grão de arroz arbóreo.
Outra saudade que matamos foi andar de bicicleta. Teve até sol e encontro surpresa com a Carlinha no Ibirapuera. Conheci o shopping Cidade Jardim, bati perna na Oscar Freire e o mais valioso de tudo: namorei bastante. Como é necessário um respiro dos filhos, mesmo que seja breve. Por 24h foi como era antes, só eu e o Ricardo.

Um comentário:

Leticia disse...

Que delícia de programa a dois... sempre é bom, para lembrar, pra fazer, pra viver, né?
Beijos
lelê