28 de set de 2010

O que você levaria dentro de 1 ou 2 malas?

Esses dias achei um raciocínio bem interessante no blog Oficina de Estilo: dá pra pensar no guarda-roupa como uma mala de viagem, onde o suficiente é mais eficiente. Faz sentido. Não sei quanto a você, mas pencas de roupas geralmente só fazem volume. A gente acaba usando sempre as mesmas, as preferidas, as que funcionam mais, as testadas e aprovadas na frente do espelho. Por isso eu acho tão difícil arrumar mala: o espaço é pequeno e somos forçados a escolher o que realmente vamos precisar. Como é chato, longe de casa, perceber que você esqueceu justo aquela blusinha básica e trouxe várias que nem usou. Em compensação, é um alívio voltar de viagem com a mala bem aproveitada.
A fila anda até no guarda-roupa. Substituições, não acúmulos. Desapego e doação. Excesso, só de histórias vividas. E organização, palavrinha que combina com tudo.

Foto: Desire to Inspire

Um comentário:

Lu disse...

Uma viagem longa ao exterior é um ótimo exercício para uma limpeza no guarda-roupa. Como não dá pra atolar a mala com mil opções de looks, a gente acaba mesmo levando meia dúzia de looks, mas todos bem básicos que é pra não errar. E sempre funciona. Daí é que a gente percebe como tem tranqueira dentro do roupeiro. Beijos