26 de out de 2010

Tem que pensar em tudo

E a caneta?! Escolho um modelo chique, com pompa e circunstância? Ou uma Bic casual? Mordo a tampa e faço cara de quem está pensando muito no que vai escrever ou baixo a cabeça e psicografo o que vier? Eu podia inovar e levar um estojo enorme de canetinhas, pra escolher a cor conforme a cara do freguês. Se bem que um lápis com borracha na ponta seria mais útil. Vai que eu erre o nome.
Foto: Google

3 comentários:

Beatriz de Moraes disse...

Orgulho da sobrinha... Estou muito feliz com mais esse sucesso lançado, que por sinal as novidades já chegaram aqui na Irlanda... Bj e tudo de bom amanha... Bia

Lu disse...

Não me importa se vai ser com uma Bic bem comum ou com uma Mont Blanc bem chique, o que eu quero é uma dedicatória e um autógrafo bem querido no meu livro amanhã, tá?
Beijos, te vejo na fila (chique no úrtimo!)

Rossy disse...

O Lula quando assumiu assinou com uma Bic.
Lembrei agora da..."Kilométrica, a caneta simpática, por um preço milimétrico."
Direto do túnel do tempo.