6 de nov de 2010

Inevitável

Já perdi a conta de quantas vezes a água da massa transbordou da panela e inundou o fogão. É um clássico, igual a macarrão com queijo ralado.
Fico de sentinela feito soldado na trincheira. O problema é que, por alguma razão inexplicável, em algum momento eu me distraio só um pouquinho e a maldita da água transborda. A panela parece um vulcão em erupção. Escuto a tampa sacudindo, se chacoalhando toda, na nobre tentativa de me avisar. Tarde demais. Vai ver, esse barulho é ela rindo da minha cara.
Hoje aconteceu de novo. A esponja veio sozinha, pegou a minha mão, alcançou o detergente, o ritual se repetiu. Da próxima vez, juro que desligo o fogo um segundo antes.

Um comentário:

Cinderela Descaída disse...

Sempre acontece comigo também!