3 de jun de 2011

Todo mundo é mendigo

Descobri de onde saiu a ideia de colocar carrinho de supermercado nos condomínios residenciais. Qualquer prédio hoje em dia, desde que tenha um elevador, pode oferecer essa maravilha da praticidade urbana. O carrinho nos socorre de ver as alças das sacolas cortando a circulação e gangrenando as mãos. Não pense que a inspiração veio dos estacionamentos de supermercado. Algum síndico olhou pra um mendigo de rua e pensou... “gênio!! Esse aí sabe das coisas”. Um mendigo equipado, que carrega a casa nas costas, é a prova de que basta um carrinho pra ser feliz.
O fenômeno é mais evidente em época de verão. No trajeto cidade-praia-cidade, o que dá de gente chique bancando a homeless! Do carrão na garagem para o carrinho, com direito a circular com a tralha livremente. É ventilador, raquete, bomba de bicicleta, torradeira velha, cadeira de praia, mala destruída, cobertor, sacolinha de comida – dá de tudo. Eu mesma faço isso, também tenho meus momentos de mendiga.

Pior é chegar do supermercado e não encontrar nenhum dos carrinhos disponíveis. Sabe-se lá em que andar está abandonada a frota. Espertos são os mendigos de verdade, que “conseguem” um carrinho só pra eles e nunca mais tiram suas coisas de dentro pra garantir a propriedade.

Foto: Flickr

Um comentário:

Cinderela Descaída disse...

Mas, maga, onde tu irias colocar o tal carrinho? Junto com o fatiador de frios? bjs e saudades!