9 de dez de 2009

Uma raridade

O amor é imperfeito, inexato, insatisfeito, intolerante, inquieto, intransigente, inacabado, incoerente. E mesmo assim é tão bom!
Acreditem, hoje eu e o Ricardo estamos comemorando 20 anos de casados. Desculpe a modéstia, mas eu fui uma visionária. Consegui enxergar num namoradinho de verão alguém pra dividir uma vida inteira. Fui tão visionária que quis o pacote completo: vestido branco, casamento na igreja, amor na alegria e na tristeza. Mesmo novinha, tive a intuição de que essa história valeria a pena. Até mudei o sobrenome e pasmem, não perdi minha identidade. Muito menos o Ricardo virou “meu dono”, como acham algumas mulheres. Se eu casasse hoje, nesse mundo tão prático e descartável, talvez mantivesse o sobrenome de solteira. Ainda bem que fui romântica, sonhadora e não deixei a praticidade vencer a fantasia. Acho gostoso ter uma parte dele em mim.
Pra um casamento durar tanto, só mesmo com a vontade sincera de ficar junto. E entender que é impossível viver sempre apaixonado, ninguém aguentaria o coração saltando pela boca ininterruptamente. Os altos e baixos ajudam a reposicionar os sentimentos. É como se fosse necessário o desejo descer no ranking pra, de repente, subir de novo e alcançar a posição número 1. Aí, no meio do supermercado, a gente se olha e volta aquilo tudo de novo.
Ricardo, depois de 20 anos, eu digo Sim.
Sim, te amo demais.
Sim, quero continuar do teu lado.
E ouço o teu ClaroQueSim como resposta.
Me sinto uma privilegiada de ter esse ombrão como travesseiro, de pegar no sono abraçada em ti, de fazer planos contigo. Talvez esse seja o segredo de um casamento: ter alguém que nos inspire a fazer planos.

(Um beijo enorme pra nossa amiga Fernanda. Ou você já viu alguma história de amor sem cupido?)

14 comentários:

Carolina Lopes da Silva disse...

Parabéns, Magali! Inspirador! Que esses 20 anos virem 30, 40, 50, 60...
bjs

Lu disse...

Maga!
Parabéns! Pelos 20 anos de casada, pelo texto, pela inspiração pra quem pensa no assunto.
Tomara que vocês possam seguir comemorando muitos e muitos anos juntos.
Beijos

marie disse...

Que coisa mais linda, Magali. O texto e o casamento de vocês!! Concordo demais com tudo que tu escreveste. Parabéns! Beijos, Marie

marie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gislaine Fernandes disse...

Parabéns!!!
Vc resumiu bem o amor...e q esse vinte vire 30, 40, 50... admiro muito quem consegue...
beijos...

Anônimo disse...

Parabéns Magali Que Deus abençõe sempre essa linda familia.
Bjs.
M. do Carmo

Anônimo disse...

Magali, leio o teu blog quase todos os dias e hoje mais do que os outros dias, o teu texto me inspirou. Parabéns pelos 20 anos de cumplicidade e parceria com o maridão!
Beijos aos dois.
Letícia do Cláudio Franco

Anônimo disse...

Magali!!! que lindo!! eu sinto a mesma coisa em relação a minha escolha, fui muito visionária e sortuda ao escolher o Márcio, sim, ele acha que me escolheu, mas foi o contrário, ele foi escolhido!! beijos e parabéns!! beijos, Rosi

Cris Francioni disse...

Chooooooooooora, Ricardo!
Porque eu já tô aqui chorando pensando em tudo lindo que li agora...
Ele também foi muito visionário, Maga. Não é qualquer um que recebe uma declaração de amor como essa de presente de 20 anos de casamento.
Como diz o Tom Jobim "Fundamental é mesmo o amor".
Parabéns!!!
Beijão e abração nos dois!

Alexandra disse...

Parabéns Maga!!
bjos grandes

Gis disse...

Guria, que legal. Parabéns e que esse amor perdure para sempre. Aproveita bem a comemoração. ;-)

Anônimo disse...

Parabens aos pombinhos! E que bacana o texto, Magali.
Raul.

Gustavo disse...

Lindo Maga! : )

Marcia disse...

Que lindo este texto, e que lindo ver vcs 20 anos depois, querendo mais 20 e outros tantos !! Parabéns aos dois! Beijão!