11 de mar de 2011

Detetives on-line

Acho divertidas essas pesquisas que fazem pra expor as fraquezas femininas. Pior é que elas respondem. Está no Terra de hoje: uma em cada três mulheres lê os e-mails dos parceiros. Que novidade!! A ala das desesperadas faz isso desde o tempo das cavernas, quando vasculhava os bolsos da pele de leopardo que vestia os queridos. Com a tecnologia, ficou ridículo de fácil. Uma espiada no Facebook, no Twitter, no Orkut, no MSN - as opções são variadas. Descobrindo a senha, a neurose libera geral. A matéria diz que as mulheres xeretam até no GPS do carro. Deve ser uma disfunção genética, uma curiosidade mórbida, uma mania insuportável de ter o controle da situação - por mais que isso doa. O rímel vai borrar e escorrer em cima do teclado, mandar pro conserto vai ser mais um problema. Agora eu pergunto: se a desconfiança é tanta, não é mais prático deletar o cara?

Um comentário:

Cammy disse...

Concordo, Magali!
Só um p.s.: está escrito MSM, e não MSN :)