29 de mar de 2011

Vamos por partes

Engraçado quando a gente vê no filho uma coisa que é sua. Um olho da mesma cor chega a ser óbvio, eu falo das características que aparecem com o passar do tempo. Um dia, o espelho fica evidente.
O Fabio se empolga e conta tudo nos mínimos detalhes, disseca a história, repete os diálogos, segue a cronologia, ignora atalhos como se qualquer frase perdida fizesse a maior falta. E ai de quem não estiver prestando atenção.
Às vezes perco a paciência, quero enxergar o ponto final e nem sinal dele. Então me dou conta de que também faço isso. Como diria o Fabio, é sinistro.

Ilustração: FFFFound

2 comentários:

Ana Santos disse...

Parece uma versão 2.0 turbo de você mesma, né? rs rs
Minha mãe diz que sou uma versão revista e atualizada dela, será este o caso do Fábio?

Beijos e excelente dia!

Cinderela Descaída disse...

Como diz o ditado: O fruto não cai muito longe do pé!
Temos de marcar um café! (poesia uma hora dessas?)
bjs