25 de jun de 2009

O céu é o limite

Último fim de semana de IPI reduzido. Todo mundo atrás de carro zero. Ruas cada vez mais congestionadas. Estacionamentos cobrando os olhos da cara. Cenário perfeito para o anúncio de helicópteros que acabei de ver numa revista.
Lula não quer que a gente consuma mais e movimente a economia? Então, vamos lá. Enquanto o povo se joga comprando geladeira e material de construção mais baratos, muitos dão um upgrade na camionete e outros tantos finalmente entram no mercado de luxo.
“Seu helicóptero por apenas US$ 66.900,00” (o velho cacoete do varejo. É 67 mil, né? E é dólar). “Ter uma aeronave ficou tão fácil que agora os problemas do trânsito não irão mais fazer parte da sua vida”. O anúncio foi feito pra São Paulo. E pra quem mais quiser encher a boca e contar que comprou um helicóptero. Mas peraí... vou ler aquela frasezinha pulga ali no canto. Ops! Esse valor é pra comprar uma cota de 10% do bichinho. O velho rachide, numa versão novo rico!! Quem tem dinheiro meeeesmo compra o helicóptero inteiro. E não precisa de anúncio pra dar vontade.
Acho isso tão Dubai. Gostei mais da notícia que li no jornal sobre as obras do metrô em Porto Alegre. Vai ter uma estação perto de casa. Enfim, vou me sentir cosmopolita.

Um comentário:

Cammy disse...

Concordo contigo, Magali, nada mais "moderno" do que um bom transporte público, ao invés de helicópteros!