17 de jun de 2009

TPM

Todos os meses, a TPM me maltrata.
Não aquela outra, falo da revista TPM (Trip Para Mulheres). Como demora a chegar! Isso, sim, me deixa irritada.
Sou leitora desde a primeira edição. É uma revista inteligente, que gosta de cutucar os padrões, tanto de comportamento como de jornalismo. Leio todinha, não escapa uma página. Os colunistas são superbons. Fico imaginando as reuniões de pauta, queria estar lá, deve ser o tipo de trabalho que dá prazer no dia a dia, não só no dia 30. Já tive a oportunidade de assistir a uma palestra do Paulo Lima, cérebro também da revista Trip. Os editoriais que ele escreve são melhores que muita matéria por aí.
Mas tem essa angústia da espera. É como estar louca pra ver um filme que ainda não estreou. As revistas mensais já estão na banca e nada da minha TPM. Sou masoquista, prefiro esperar pra rasgar o plástico, abrir as folhas ainda grudadas da impressão e sentir o cheiro de revista novinha. Por isso não corro pro site e adianto a leitura. Quando a revista finalmente chega, eu fico calminha. Ainda não chorei na banca, pelo menos isso.

2 comentários:

Luciana disse...

Dessa TPM eu também sou fã e coleciono todos os exemplares, desde o primeiro com a Ana Maria Manieri e a Maria Ribeiro na capa. Estão todos milimetricamente empilhados na sala de casa e não deixo que ninguém se atreva a pedir uma delas emprestada ou pensar em colocar fora.
E concordo contigo: o Paulo Lima escreve deliciosamente bem e nunca esqueço de um editorial que ele escreveu conceituando a moda. Sensacional!
Beijos
LuRodrigues

Maris Morgenstern disse...

oi
cai aqui por acaso e adorei seu blog.
nunca li tpm mas fiquei numa vontaaade. rs