28 de mai de 2010

Balanço dos 3 meses

Você já deve ter percebido que eu estou completamente apaixonada pelo Pilates. Em 3 meses de aulas, já desenvolvi uma boa consciência corporal. Senão, não dá pra acompanhar. Descobri meus ísquios e as escápulas - e o que fazer com eles. Também já consigo abrir um sorriso tímido com a clavícula e juro que tento derreter as costelas, mas ainda é difícil. Deve ser por isso que eu me achei no Pilates: é o paraíso das figuras de linguagem.
Imagine ter que ativar o assoalho pélvico sem ter ideia de onde ele está. É como tentar achar o interruptor de luz num quarto escuro.

3 comentários:

Fernanda Reali disse...

Quando May reclama comigo: Fernanda, fecha as escápulas!!!Eu respondo: xi, nem trouxe, esqueci, deixei-as em casa hoje.

Hahaha (escápulas, nem sabia o que era isso!)

Hoje, sei que se as escápulas não estiverem juntas, a postura estará ruim e a barriga parecerá maior. Excelente argumento para mantê-las fechadinhas...

Andressa disse...

Olá Magali,

Continuo acompanhando o teu blog, desde que por acaso li o seu texto sobre o Assoalho Pélvico.
Bom, é isso mesmo... tu estás no caminho certo e tenho certeza que cada vez mais vais te apaixonar pelo "alemão"! Rsrs!

Beijos da pilateira
Andressa

Gis disse...

Amo Pilates, mas até agora não tive nenhuma aula como as que eu tinha na Studio Corpore. Se tem duas coisas que eu sinto saudade de Porto Alegre (além de família e amigos, claro) são das minhas aulas de Pilates e da minha terapia. Bjinhos.