27 de fev de 2009

Exemplo

Li que as primeiras-filhas têm que arrumar suas camas na Casa Branca. E organizar seus quartos também. Em Chicago era assim. Mais do que o séquito de empregados, Michelle alega que as meninas precisam de normalidade – um pouco que seja. Eu encaro isso como um superexemplo de humildade, bom para qualquer cidadão não importa o rendimento anual. Torço para que a família Obama consiga manter suas próprias leis.
Para falar a verdade, morro de inveja do pulso firme de Michelle. Quem tem filhos sabe, criar leis é moleza. A coisa desanda na fiscalização do dia-a-dia. Ou no cansaço da noite, quando juntar os Legos espalhados pelo tapete é mais rápido do que brigar por sua remoção.
Enquanto um dos cinco chefs que se alternam na Casa Branca prepara o jantar para os reis da Espanha, no andar de cima Malia e Sasha catam suas meias embaixo da cama. Depois organizam as mochilas para o dia seguinte, mesmo que a carona para o colégio seja no helicóptero presidencial.
sabe o que mais? Vou retomar urgente a fiscalização das camas. Não aceitarei pijama do lado avesso. Vou ser dura em relação ao posicionamento do travesseiro. A louça é meu próximo embate. A substituição do rolo do papel higiênico também. Mas é importante lembrar que nem tudo está perdido. Eu governo um país de três homens que nunca deixam a tampa do vaso levantada, o que já é uma bela conquista.

Nenhum comentário: