10 de jul de 2009

Autoescola

Eu admiro os carros de autoescola. Sempre que vejo um na minha frente, faço um sinal de luz como reverência. Ali dentro tem alguém que está aprendendo. E eu, que já dirijo com as mãos nas costas, estou aprendendo o quê?
A ser tolerante, cada vez mais.
A dizer não (entendeu bem? n-ã-o), apesar de sempre doer.
A relaxar, o que ainda é difícil.
A comer menos (um eterno exame de baliza).
Só não posso desaprender a acreditar.

Um comentário:

André Jardim disse...

Um sinal de luz deve atucanar muito quem tá aprendendo a dirigir. hehehe