8 de jul de 2009

Insistentes

Posso estar enganada, mas o ser humano insiste em ser feliz. É isso – e não o maldito despertador – que nos faz levantar da cama todo dia de manhã. Acreditar que hoje vai ser melhor do que ontem. Bem melhor, né? Então a gente vai atrás, fica insatisfeito, faz planos e listas, se cobra, pega a colher e começa a abrir o buraco na parede, vira o jogo, não se contenta com qualquer alegriazinha circunstancial. E não adianta só ter felicidade dentro de casa. Tem que ser feliz também no trabalho, na frente do espelho, nas férias, na cama. Os insistentes.

Um comentário:

Fernanda Reali disse...

Verdade verdadeira. Temos que insistir, porque a felicidade tem que empurrar ladeira acima, vem com esforço, e a desgraça vem facilmente, como se fosse ladeira abaixo.

Bjs