14 de jan de 2010

Quantos anos você acha que tem?

O que vale mais, a idade que consta na certidão de nascimento ou a que aparece na frente do espelho? Esse assunto é sempre delicado, ainda mais para as mulheres. Quantas vezes eu errei feito ao adivinhar algumas idades. Dependendo do estado de conservação, a gente perde o parâmetro e acaba fazendo um cálculo aproximado. Os cremes anti-rugas, cada vez melhores, colaboram com essa confusão. A moda também atrapalha, passa a régua no mulherio e rejuvenesce até demais.
Seria bem mais fácil se desse pra dizer “eu tenho 20s, ela tem 30s, minha tia tem 40s e a minha mãe, 50s.” Faixas etárias poderiam resolver a questão. Nas filmagens de comerciais, a agência pede uma atriz com 25-30 anos, uma criança de 5-10. Essa é outra sugestão pra redistribuir as idades. Segmentos de aparência! Engraçado como lá no início da vida, dias e meses fazem uma enorme diferença. Tanto que as mães adoram contar que o filho tem 6 meses e 5 dias ou 1 ano e 11 meses - só nos poupam das horas, minutos e segundos. Totalmente compreensível, para um bebê a passagem de tempo é um atestado de gracinhas mais evoluídas.
Essa semana eu estava almoçando com uma amiga, quando chegou um conhecido nosso. Todo simpático e sedutor, ele nos olhou e disse que tem uma teoria: não sabe explicar por que, mas as mulheres de 40 a 46 anos ficam muito, muito mais bonitas! Foi embora achando que tinha agradado. Quer dizer, eu gostei. Me encaixei ali no meio, tipo exame de colesterol, quando o resultado dá 79 e a faixa de normalidade é entre 60 e 90. Mas a minha amiga, que ainda não fez 40, entrou injustamente na teoria. Na hora ela ficou quieta, não sabia se constrangia ele ou se ficava constrangida. Depois nós caímos na risada. Isso é um chute arriscado demais para os homens.

2 comentários:

Lucia disse...

37, 37...tu disse que era perto dos 40, não melhorou muito pra mim. 37 é mais perto de 35! que droga!

Fernanda Reali disse...

Olha, posso afirmar que esse homem gosta de viver perigosamente!