4 de jan de 2010

Sobre a necessidade de escolher

Minha amiga, a saída é escolher. Não dá pra fazer tudo, ser tudo, usar tudo, ter tudo.
Passei o dia trabalhando (eba!) e a noite é tão curta. Minhas opções, no escasso tempo que sobrou pra mim, foram as seguintes: 1) caminhar na esteira 2) atualizar o blog.
Escolhi malhar a alma, o corpo eu dou um jeito amanhã. Escolhi conversar com você, com o espelho eu falo outra hora (com a luz apagada, de preferência). Um post, dois posts e já me sinto mais leve - a vida inteira tive coxas grossas, sua atenção eu tenho faz pouco.
Ainda sobre as escolhas, preciso me aperfeiçoar. E aceitar que o que não foi escolhido deve ficar para trás. É a única maneira da gente não se culpar o tempo todo. Agora vou dormir e sonhar com as minhas próximas escolhas. Quero ficar boa nisso.






2 comentários:

Bila Boolz disse...

adoro a maneira que tu escreve, dá pra ver que vem bem lá de dentro. Paasei aqui pra te desejar tudo de bom querida! Que esse ano tu possa definir e acertar todas tuas escolhas :)

Lucia disse...

que saudades, que bom que tu tá ocupada, mas pelo menos entra no msn. e o happy e o happy?