24 de ago de 2010

Perspectiva de vida

Eu chamaria essa foto de "Um Dia Depois Do Outro". Uma sucessão de passagens que podem representar dias ou meses ou uma vida inteira. Monótono? Só se você não olhar para os lados durante o percurso. Tá vendo os quadros, os móveis, as cores e a luz entrando pelas janelas que não aparecem? Eu caminharia por esse corredor hipnótico devagar, prestando atenção em tudo. Posso ouvir o chão de madeira fazendo tec-tec em algumas partes.
Os dias são assim, repetitivos na essência, mas a gente precisa atravessá-los para descobrir o que vem depois. E no meio do banal, daquilo que o cérebro já nem registra mais, acontece algo diferente. Como um espelho colocado estrategicamente, que muda toda a nossa perspectiva.