17 de ago de 2010

Roupa de ficar em casa

A primeira coisa que faço quando chego da rua é trocar de roupa. Funciona como um rito de passagem. E é sempre o mesmo comfort-uniforme. Anote aí: roupa de ficar em casa tem que ser confortável feito um sofá, macia que nem um travesseiro, leve como a consciência e gostosa à la brigadeiro de colher.

3 comentários:

Leca disse...

Roupa de ficar em casa...
é roupa de conforto...
é roupa de ficar à toa...
é roupa de brincar...
é roupa de puro relax...

Beijos
Leca

Alexandra disse...

Oi Maga
Falando em brigadeiro de colher, o post de hoje dos destemperadinhos tem uma dica tua!
Bjs grandes e saudades
Alexndra

Sherol Vinhas disse...

Eu também faço isso...