6 de ago de 2010

Travesseiros now boarding

Dentro do quarto, vale todo tipo de travesseiro. Com babadinho, com ideia, com baba da noite anterior, com bolinhas que esfoliam o rosto. Agora dentro do aeroporto, é mico.
Eu fico passada quando vejo um adulto indo com sua mala e seu travesseiro para o check-in. Medo de dormir com travesseiro estranho? Nojo de deitar a cabeça onde outros já deitaram? Os hotéis trocam as fronhas, gente! E se a hospedagem for na casa de amigos ou familiares com noções básicas de higiene, eles provavelmente vão fazer o mesmo.
Levar travesseiro é engraçadinho se o portador do objeto em questão tiver uns 3 anos. Marmanjos arrastando travesseiros pelo saguão do aeroporto é uma cena constrangedora. Até porque as fronhas sempre têm frufrus. Será que eles não se atrapalham na hora de dar o cartão de embarque e pedem para o comissário segurar um pouco o travesseiro?
Quem não desapega de jeito nenhum e só viaja levando o seu cheirinho, então que seja dentro da mala. Discretamente.


Foto: Behance.net

Um comentário:

Leca disse...

Magali...
é mesmo...travesseiro...
é algo muito pessoal...
só na mala mesmo...
Beijos
Leca