29 de mar de 2010

Dorme bem


Esses dias o Fabinho sonhou que era adotado - portanto, um pesadelo. Ele ficou incomodado, perguntou várias vezes se não era mesmo. Casualmente, o pesadelo aconteceu na casa de um amigo. Não sei se ele lembrou do sonho na manhã seguinte ou acordou na hora. Melhor nem saber.
O que a gente responde? Que não é. E mesmo que fosse, seria tudo igualzinho. Acho que mais importante do que a resposta em si, é o tom de voz. Uma pergunta dessas quer a tranquilidade de volta. Eu podia ter feito um comentário pós Nardoni, dizendo que muitos filhos estão mais seguros longe dos pais biológicos. Pra quê? Pra mostrar a um garoto de 9 anos que a vida pode ser bem cachorra?
Fabio, o senhor é parcialmente responsável pelo meu umbigo detonado (nas palavras dele). Dorme bem, filho. E sonha que todas as crianças têm a mesma sorte.

Foto: Adore on Flickr

4 comentários:

Lina disse...

lembro-me de qd ficava paranóica com a família por me achar um ET no meio deles... Estava plenamente convencida de que era adotada.. Aí fiquei mais velha e mais do que nunca, descobri que sou a cara da minha mãe... lá se vão as esperanças de sanidade...rssrrsrsrs

(comentário nadaaver... affe)

http://gritosquenaodei.blogspot.com
http://www.flickr.com/photos/lina_savle

Ela disse...

oh, que engraçado. Hoje tenho quase 20 anos, mas lembro como se fosse hoje de que quando tinha 9 tive um sonho desse.
Hoje vejo que isso é impossível, sou a cara da minha mãe.
Mas sabes que é a pior sensação do mundo, minha mãe soube levar bem a situação, me pegou no colo e apaziguou meu choro. :)

Fernanda Reali disse...

Ai, eu bem que queria ser adotada! Tu sabes bem...hehe
Bjs

Fernanda Reali disse...

Ai, eu bem que queria ser adotada! Tu sabes bem...hehe
Bjs