6 de abr de 2009

Crise de abstinência

Entendo o que a Amy Winehouse sente quando está no rehab. Não compro roupa há meses. Sinto falta das sacolas, daquela novidade que entra no guarda-roupa e causa ciumeira nos cabides. Meus braços ficam trêmulos só de pensar em pulseiras. O corpo tem suadores se imaginando num vestidinho novo.
Racionalmente, não preciso de nada. O problema é que não consigo ser racional. Saia de mim, exu do varejo. Quero casaquinhos, casacões, bolsas, cintos, lingeries, acessórios pro cabelo. E lenços. Um All Star novo. Maxi bijus, também – eu mato por um bom acessório. Qualquer hora dessas faço uma bobagem: os xadrezes me tentam a cada vitrine. A técnica de evitar shopping center já não está funcionando. Por fora, eu disfarço bem. Por dentro, estou num provador. A um passo de comprar botas. Por qualquer coisa de couro que tenha salto alto, eu me incomodo em casa.

Um comentário:

Bibiana disse...

Tu e mais milhões de mulheres... hehehe Ai que coceira que me dá!!! Mas depois te conto do ritual pra afastar a presenças desses exus tão desafortunados... sai, espírito sem luz de perto de mim...

hahaha

Beijosssssss