2 de abr de 2009

Nesta data querida

No dia do nosso aniversário, a gente deveria acordar com alguma coisa diferente no corpo. Talvez a cor da pele fluorescente. Algo que chamasse atenção por 24 horas e fosse um código universal pra receber beijos e abraços. Nas ruas, os estranhos poderiam buzinar, acenar com parabéns.
Mesmo os que não gostam de festa e preferem cumprimentos mais discretos, no fundo, no fundo, querem ser lembrados. É bom receber uma ligação atrás da outra (melhor ligar cedinho, não tarde da noite). E muito cuidado pra não deixar o aniversariante almoçar sozinho. O dia de todo mundo vai chegar, então convém caprichar com quem nasceu primeiro. Quando chega aquele clássico e-mail avisando que a colega do trabalho está de aniversário, por favor, levante da cadeira e dê o cumprimento pessoalmente. Quem acaba de ficar mais velho merece, no mínimo, consideração. O problema é que a gente deixa passar essas oportunidades de dar calor humano de presente. Esquece de ligar, deixa recado, responde o e-mail com um basiquinho feliz aniversário, fica com vergonha de cumprimentar atrasado. O dia a dia pode ser corrido, mas não vale ignorar O dia de alguém.

Um comentário:

Lu disse...

Magali, é hoje o teu aniversário????
Well, se for, te desejo mais um ano de vida forrado de coisa boa.
Aproveita o teu dia e seja sempre muito feliz.
Beijão
LuRodrigues