9 de abr de 2009

Operação porta-malas

E eis que surge mais uma oportunidade de eu fazer, pela primeira vez na vida, uma mala SÓ com o necessário. Vamos esperar o coelho na praia. Então hoje à noite tem função.
Olhei a previsão do tempo e não vai nevar. Nem sinal de frente fria. Consequentemente, um moletom pra cada um está mais do que bom. Depois de tanto calor, sentir o ventinho de final de tarde na praia é tão gostoso quanto os chocolates que irão escondidos em algum lugar. Meu filho já disse que está louco pra dormir com cobertor. Multiplicando essa informação por quatro membros da família, ferrou.
Como faz tempo que não vamos para lá, preciso levar travesseiros, roupa de cama e de banho - além das roupas (sempre com os extras, tipo DVD). E as cadeiras de praia (o protetor!). As raquetes de frescobol. Uma ou duas bolas de futebol é certo. Um kit básico de geladeira – vamos chegar quase na hora do almoço da sexta-feira santa, sendo que eu sou a cozinheira contratada. Não posso esquecer os livros e revistas (pra ler na rede). E a supermega nécessaire, capaz de transportar xampu, cotonete, sabonete, algodão, perfume, escovas de dente, desodorante e meus cremes. E uns brinquinhos. Alguma maquiagem, quem sabe.
Mudando de segmento, um chinelo e um tênis para cada um – vezes quatro. As mochilas com brinquedos que eles nem vão abrir (ainda bem que passou a fase da banheirinha e do carrinho de bebê). A chave da casa. E a torradeira, será que precisa levar? Os dois notebooks vão ou não? Claro que estou esquecendo algo.... a digital!! E o carregador de bateria. Dos celulares também.
Bom, se eu não levar o Tylenol gotas e o termômetro, acho que cabe tudo no porta-malas.

Nenhum comentário: