2 de jun de 2010

Eu morro e não vejo tudo

Em Porto Alegre é comum a gente ver perto de hospitais algumas vans que trazem pacientes do interior para consultar ou fazer exames. Até aí, acho superválido. O engraçado é que essas vans aproveitam a viagem (e a lataria) para propagandear sua pujança local. E assim, circulam vans da Cidade do Moranguinho, da Terra do Pêssego, do Município do Sapatênis, etc.
Agora há pouco cruzei com a melhor de todas: Putinga, a Cidade do Meteorito. Ao contrário das outras vans, que geralmente são brancas, essa era preta e com um belo meteorito adesivado. Juro, fiquei constrangida. Pode ter pessoa doente lá dentro, pra que fazer a gente rir?
É isso que eu chamo de aproveitar bem os 15 minutos de fama. Dei um Google em Putinga e descobri que "a cidade é reconhecida no mundo inteiro (!!) devido à queda de um meteorito em 1937." Desculpe a ignorância, mas eu não sabia. Já a Wikipedia fez o devido registro.

Imagem: Google

2 comentários:

Lorenzo disse...

nao sei se é verdadeiro, mas tem esse meteorito de putinga lá no museu do colegio. bjs

Fernanda Reali disse...

O meteorito não foi eficiente, né, amiga. Deixou um restinho de putinga para contar a história. heheh