30 de jun de 2010

Eu podia abrir uma auditoria

De tempos em tempos eu dou uma incerta no guarda-roupa do Fabio para uma necessária auditoria. Tem sempre um moletom que desaparece misteriosamente e ele nem lembra onde está. No colégio, claro. Em algum canto do Achados e Perdidos. E em casa, cabides vazios.
Hoje o Fabio foi avisado na porta do elevador. Só entra no meu carro ao meio-dia se estiver com a jaqueta de chuva que eu trouxe de viagem e ele esqueceu segunda-feira. Eu cuido tanto das roupas, como pode ele nem se dar conta que voltou pra casa sem a dita cuja?
As respostas possíveis: 1) O Fabio é menino, portanto não tem o mesmo apego com coisas insignificantes como vestimentas. 2) Ele já tem que prestar atenção na professora, mas toda a cota de atenção é gasta com o futebol ou figurinhas da Copa - nem com a profe, muito menos com casacos. 3) Foi uma jaqueta de chuva. E, você sabe, desde a Roma Antiga crianças odeiam se proteger da chuva. 4) Na lista de prioridades de um menino de 10 anos, não existe espaço pra mães questionando sobre cabides vazios. 5) Ele quer se rebelar. Em vez de queimar o box spring, "esquece" roupas. 6) É alguma carência de vitamina que ajuda na memória e eu preciso marcar urgente um check-up completo. 7) Ele só esqueceu, pombas!

Foto: FFFFound

Um comentário:

Chuteirarosaschok disse...

Magali, Isso é só o começo. E quando perdem o celular, o dinheiro, a chave de casa e a prova!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!E a resposta correta é: eu não sei mãe, achei que tava aqui...Tudo isso nunca vai acabar? bjs queridona. Mara