23 de jun de 2010

Sobre a gostosa sensação de normalidade

A gente reclama da vida de barriga cheia. São as reclamações de sempre, como falta de dinheiro pra viajar, comprar (mais) roupa, trocar de carro, excesso de trabalho e de peso, rotina, contas... ih, a lista é longa. E de repente um beijo de boa noite dá aquela situada. As verdadeiras prioridades aparecem bem na nossa frente. Pensei nisso ontem, quando fui dar o terceiro beijo no Fabio, ele já no quinto sono. Quentinho e protegido na sua cama. Todos em casa, todos com saúde, tudo na santa paz. Essa é a normalidade que molda uma família.

Um comentário:

Mulher de Fases disse...

Emociona-me ver pessoas humildes, que poucas coisas materias tem,mas que possuem a alegria estampada no rosto...lições que a vida dá,mas que pouco aproveitamos.
Bjss