25 de mar de 2009

Little Black Dress

Ele é elegante até no nome. É um clássico, mas pode ser beeem moderno. Tem um apelido carinhoso – LBD – que faz brilhar os olhinhos das fashionistas. Definitivamente, é o que toda mulher chique deveria ter no seu guarda-roupa.
O Little Black Dress surgiu com Coco Chanel e Audrey Hepburn ajudou a criar o mito. Não tem Vogue que não mostre um deles. E nem precisa ser iniciada no assunto para entender o poder de um bom vestido. Esse pretinho básico (que de básico só tem a cor) combina com noite, festa, encontros e já foi visto em muitos tapetes vermelhos. Na minha opinião, o acessório perfeito é uma taça de champanhe na mão direita (ou esquerda, se você for canhota).
Difícil errar com um LBD. Facinho causar uma ótima impressão. É um vestido que finge ser simples. Quer ser despretencioso mas não consegue. É um uniforme, sempre com um algo a mais que garanta a diferenciação.
Hoje eu acordei com vontade de usar um deles. O meu não é tão little, é black e é dress. Achei que a quarta-feira merecia. O do tapete vermelho, tadinho, segue no guarda-roupa.


3 comentários:

Bibiana disse...

Um LBD sempre é bem-vindo, confortável e tem o poder de nos deixar autoconfiantes, né, prima... Leio sempre o teu blog!!! Mas é a primeira vez que tenho um tempinho pra deixar um comentário :) Adorei o post sobre o traveco... hehe...

Quero te indicar outro blog interessante: http://martonolympio.blogspot.com/


Abraço e sucesso!!! :)

Marton Olympio disse...

Oi, sou o amigo da Bibi :)
Adorei seu Blog.
Bom ver gente escrevendo bem na Blogsfera.
O post sobre o Clodovil é uma delícia.
O da Marge tb. :)
To por aqui lendo.

Beijos se for de beijos.
Abraços se for de abraços.

http://martonolympio.blogspot.com/

Marton Olympio disse...

ps.: como é que não tenho um LBD???!
KLB serve?