15 de jul de 2010

Brincadeirinha

Já reparou como as pessoas acham que essa palavra anula qualquer comentário inadequado, maldoso ou desencabido? Você está gorda... brincadeirinha! Amanhã eu vou ligar pro trabalho fingindo que tô doente... brincadeirinha! Odeio você... brincadeirinha! Essa roupa tem pra homem?... brincadeirinha. Existe a versão sem diminutivo, que não diminui em nada a intenção de se isentar da própria opinião. Adultos inventam subterfúgios quando querem falar o que pensam sem se comprometer - é só tascar logo depois da frase o "brincadeirinha", acompanhado ou não de uma risada forçada.
Eu já fiz isso, todo mundo faz, aposto que você também. Mas não é melhor assumir aquilo que a gente fala ou então ficar quieto?
Conclusão: às vezes os adultos conseguem ser mais infantis do que as crianças.

Um comentário:

adriane disse...

eh verdade, ne? o proximo que fizer isso comigo eu vou dar um soco na cara.