28 de jul de 2010

Com ou sem lareira?

Talvez esse post não faça o menor sentido para quem mora fora do Sul, lugar onde o termômetro despenca e nos obriga a dormir de meias. Aqui existe toda uma cultura do fogo, do vinho, da lareira, das conversas ao redor do fogão à lenha no interior.
Pois bem. Eu nunca tive lareira em casa. Mas no meu imaginário, ela sempre ocupou um lugar bem aconchegante. E agora surgiu uma possibilidade de ter.
Hoje chegou uma carta da Báril perguntando se queremos colocar uma lareira na nossa casa da praia que está sendo construída. Detalhe: temos uma semana para re$olver. Eu ainda não tinha pensado nisso, estamos na fase do paga-paga-paga.
Você deve estar achando que sou louca de querer lareira na praia. Só que essa casa vai ser usada no inverno também, isso é o que me atrai, é para ela ser o nosso refúgio. Li a carta e cheguei a sentir o barulho da madeira estralando no fogo. Charme, glamour... mas também falência, rinite alérgica...
A última vez que acendemos uma lareira foi em um hotel da serra. Eu quase fiquei intoxicada com o cheiro de madeira dentro da cabana. Ou seja, foi um fiasco, o Ricardo não conseguia apagar e eu ficava cada vez mais nervosa e entupida.
Esqueço esse episódio? Assalto um banco, já que é uma pequena fortuna colocar a tal da lareira? Troco o glamour por um split? Será que o extrato bancário tem o poder de decidir sobre os nossos sonhos?

3 comentários:

Fernanda Reali disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Reali disse...

Amiga, eu vim excluir meu comentário, pois ele era muito idiota, mais do que de costume.
Beijos

Fernanda Iensen disse...

Maga, eu sempre te leio, mas acabo nunca comentando...mas dessa vez eu preciso comentar!

Tem umas lareiras ecológicas maravilhosas, tu já ouviu falar? Certamente serão mais baratas e dão menos trabalho, além de serem lindas e hiper charmosas!

Não precisa construir nada e não tem toda aquela função de lenha e fumaça.
Tu pode fazer uma base de pedra e revestir com vidro...eles montam do jeito que tu quiser. Ela funciona com combustível ecologicamente correto (Biofluido) e não precisa de exaustão. Não é um máximo??

Olha no site!
http://www.ecofireplaces.com.br/